12 janeiro 2022
12 jan 2022

Conventinho Sustentável e Solidário

Conventinho Sustentável e Solidário
Convento Sagrado Coração de Jesus em Taubaté, Brasil, tem buscado viver a conversão à educação e à espiritualidade ecológicas.
por  Mário Henrique da Costa Nunes, scj & Renato Vieira Lima, scj
email email whatsapp whatsapp facebook twitter versão para impressão

Em consonância com as nossas raízes carismáticas, nas quais se pressupõem a dimensão social e “a solidariedade efetiva com as pessoas” (RV, 29), bem como movidos pelos apelos do Papa Francisco na Encíclica Laudato Si’, nosso Convento Sagrado Coração de Jesus (Conventinho) tem buscado viver a conversão à educação e à espiritualidade ecológicas (LS, 202ss).

Temos consciência de que a Encíclica Laudato Si’ não é simplesmente uma “encíclica verde”, mas um documento da Doutrina Social da Igreja, como afirmou o Papa Francisco. Sendo assim, sentimo-nos muito tocados por seu conteúdo, interpelações e propostas. Não podemos viver indiferentes aos apelos da nossa Casa Comum. Como filhos espirituais de P. Dehon, sentimos a necessidade de reparar esta realidade que é tema chave de discussões nos mais diversos ambientes sociais e, também, eclesiais.

Neste ano de 2021, demos importantes passos para seguir em frente no caminho proposto pelo Papa, quer seja no que se refere à autoconscientização, quer seja no relacionado a adotar medidas concretas para fazer de nossa casa um espaço cada vez mais sustentável e solidário. Neste sentido, iniciamos alguns projetos, que têm relação direta com os 7 objetivos da referida Encíclica[1]. Vamos apenas citar os projetos, sem explicá-los em detalhes:

  • Instalação do sistema de energia fotovoltaica para todo o Convento, com a ajuda do Economato Geral da Congregação;
  • Ampliação da horta e venda dos excedentes, ajudando na manutenção da casa e maior relação com nossos benfeitores, amigos e vizinhos;
  • “Painel Laudato Si’”, que compreende o uso de 3 murais de recado do Convento, destinados a, semanalmente, veicular informações relacionadas à Laudato Si’ e ao tema da conversão ecológica;
  • Melhoramento do sistema de compostagem, que está sendo incorporado diretamente ao solo. Numa casa com tantas pessoas, como é o caso do nosso Convento, o volume de resíduos orgânicos é muito grande. Transformar esses resíduos em adubo é um trabalho gratificante;
  • Auxílio semanal a duas famílias de catadores de materiais recicláveis, fornecendo a eles os resíduos sólidos já separados. O que antes era lixo, agora é fonte de renda para estas pessoas.
  • Conversas de conscientização com os religiosos e colaboradores, a partir do que se encontra exposto na Encíclica do Papa Francisco;
  • Implantação de um sistema de separação e coleta de resíduos sólidos (estruturado em: a) orgânico, b) reciclável e c) não-reciclável, conforme o estabelecido na Política Nacional de Resíduos Sólidos).

Uma nota que se julga importante: os projetos acima delineados têm sido planejados e implementados de forma colaborativa e participativa, em um esforço conjunto entre religiosos e colaboradores. Acreditamos que, dessa forma, a conscientização e o engajamento podem ser mais efetivos.

Nossa Congregação está presente em Taubaté há 101 anos. A missão desta casa de formação, conhecida carinhosamente por nosso povo como “Conventinho”, é formar sacerdotes para a Igreja do Brasil e do mundo. Muitos dos SCJs que por aqui passaram desempenham importante papel na Igreja do Brasil e em outros locais de missão. Atualmente, trabalham conosco 15 colaboradores. Ademais, somos 55 religiosos, dentre os quais 39 que realizam o seu escolasticado. Por se tratar de uma casa de formação, acreditamos que o trabalho de educação para a ecologia integral adquire especial importância. Em um futuro não muito distante, esses religiosos estarão à frente de obras diversas e, com base na prática e no conhecimento aqui assimilados, poderão ser formadores de consciência no que se relaciona à ecologia integral.

Nossa busca por viver a espiritualidade ecológica e a ecologia integral propostas pelo Papa Francisco, tem encontrado, naturalmente, alegrias e desafios. Uma das alegrias é pensar que este processo, vivido por tantos religiosos e colaboradores, pode ter ressonâncias bastante grandes em um futuro próximo. Nosso desafio maior é prosseguir neste caminho de forma colaborativa e cada vez mais aprofundada, na solidariedade com os pobres e na sustentabilidade de nossas práticas.

Nota: Caso seja do agrado de algum confrade corresponder-se conosco, no intuito de  compartilharmos experiências, pode fazê-lo através do e-mail: mariohcnunes@gmail.com.

[1] https://plataformadeacaolaudatosi.org/objetivos-laudato-si/

Inscreva-se
na nossa newsletter

SUBSCREVA

Siga-nos
nos nossos canais

 - 

Inscreva-se
na nossa newsletter

Leia a Política de Privacidade e escreva para