07 março 2022
07 mar 2022

Estar juntos e próximos, de acordo com o carisma de Padre Dehon

Estar juntos e próximos, de acordo com o carisma de Padre Dehon
P. Slawomir Knopik, Superior Provincial dos Dehonianos na Polônia, nos fala do compromisso social de muitas comunidades que abriram suas portas aos refugiados da Ucrânia. Ele agradece o apoio espiritual e econômico recebido até o momento. É uma situação em contínua e dramática evolução.
por  Slawomir Knopik, scj
email email whatsapp whatsapp facebook twitter versão para impressão

Desde o início da guerra na Ucrânia, as comunidades dehonianas na Polônia abriram seus corações para ajudar os refugiados com grande empenho: através de material (roupas, medicamentos, alimentos etc.) e alojamento (em casas religiosas).

No momento (em contínua evolução), os refugiados residem tanto nas duas casas religiosas de Varsóvia, quanto em três casas no sul da Polônia: Cracóvia, Stadniki, Koszyce Male. Entre os que chegaram estão crianças (2-15 anos) e adultos, principalmente mulheres. Nas casas de retiro de Pliszczyn, Kluczbork, Zakopane e Węglówka há alojamentos para refugiados, dirigidos pela Cáritas. Além disso, a casa em Pliszczyn ajuda às famílias dos estudantes da Fundação João Paulo II, em Lublin.

As comunidades dehonianas onde estão localizadas nossas paróquias (Belchatow, Weglowka) organizaram lugares para os refugiados, nas casas dos paroquianos. Outras comunidades paroquiais coletam os itens mais urgentes para atender os necessitados.

A Secretaria das Missões Estrangeiras recolhe fundos de benfeitores e faz doações para o apoio de pessoas nas comunidades do Sagrado Coração. O grupo PROFETO divulga, na mídia, a campanha de socorro e recolhe donativos para os necessitados. Com o dinheiro coletado, são comprados os itens mais necessários.

Encorajamos vivamente você a rezar insistentemente pela paz para a Ucrânia e para o mundo. Também lembramos os ucranianos que vieram até nós e os nossos confrades que trabalham na Ucrânia. Todos eles permaneceram no meio da guerra para servir aos seus paroquianos e a todos que precisam de ajuda – independentemente de sua pertença à Igreja Católica.

Uma de nossas comunidades (Irpin), onde trabalham três padres e uma nova igreja está sendo construída, encontra-se muito próxima da capital da Ucrânia, Kiev, onde atualmente estão em curso os combates mais violentos. No momento todos estão seguros. A situação é, obviamente, de muita preocupação e angústia.

Em nome de toda nossa Província polonesa dos Sacerdotes do Sagrado Coração, gostaria de expressar minha imensa gratidão por cada gesto de solidariedade e ajuda. Antes de tudo, obrigado por suas orações, mas também pelo apoio material que algumas Províncias já forneceram. Esperamos que esta guerra termine logo e que os ucranianos retornem à suas casas para viver e trabalhar na reconstrução de seus bens danificados. E então sua ajuda para eles será igualmente importante e necessária.

Inscreva-se
na nossa newsletter

SUBSCREVA

Siga-nos
nos nossos canais

 - 

Inscreva-se
na nossa newsletter

Leia a Política de Privacidade e escreva para