28 setembro 2020
28 set 2020

Desafios no uso das redes sociais

A Conferência dos Religiosos da Venezuela (CONVER) criou recentemente uma Comissão para o Cuidado e Prevenção de Abusos na Igreja. A internet e as redes sociais nos oferecem múltiplos benefícios. Por outro lado, há também muitos desafios aos quais estamos expostos, tais como a diversidade de conteúdos e a facilidade de acesso a eles.

por  Manuel Lagos, scj

email email whatsapp whatsapp facebook twitter versão para impressão

A Conferência dos Religiosos da Venezuela (CONVER) criou recentemente uma Comissão para o Cuidado e Prevenção de Abusos na Igreja para encorajar uma cultura do cuidado e da proteção ambientes eclesiais e na sociedade. Através de vídeos e materiais on-line, ela procura conscientizar a sociedade sobre a prevenção de abusos de qualquer tipo. Nesta ocasião, somos convidados a tomar consciência do uso da mídia e das redes sociais.

Vivemos em uma cultura de hiperconexão, especialmente em nossos dias, quando o confinamento nos obrigou a começar a trabalhar, estudar e se divertir em casa. A tecnologia se tornou um meio fundamental para poder funcionar. Mas, como meio, não é bom nem ruim, mas depende do uso que fazemos dele.

A internet e as redes sociais nos oferecem múltiplos benefícios, nos permitem o acesso à informação quase imediatamente; são meios democráticos, nos quais todos podem expressar sua opinião; são meios de participação e facilitam a comunicação e nos ajudam a aumentar nosso conhecimento.

Por outro lado, há também muitos desafios aos quais estamos expostos, tais como a diversidade de conteúdos e a facilidade de acesso a eles. Conteúdo inapropriado nas mãos das crianças pode desfigurar sua educação. O excesso de informação pode ser uma fonte de estresse e aumentar nossa ansiedade. Outro desafio é a rede de contatos que estabelecemos, especialmente aqueles contatos que os jovens e crianças têm em suas redes sociais, é necessário conhecer o tipo de relações que estabelecem on-line, para evitar a comunicação com qualquer tipo de abusador.

Algumas sugestões podem ajudar a família a administrar o uso da mídia:

  1. Acompanhar a navegação das crianças na internet com regras que orientem o exercício da liberdade.
  2. Utilizar os filtros de segurança e controlar o conteúdo, para que estejam de acordo com a educação que queremos transmitir em nossa família.
  3. Impedir que menores de idade utilizem indiscriminadamente as redes sociais.
  4. Manter um alto nível de alerta.
  5. Incentivar as habilidades criativas.

Em resumo, as vantagens dos dispositivos e ambientes digitais são que eles nos entretêm, nos educam e nos permitem ter uma espécie de interação e uma pedagogia do entretenimento. O risco deles pode ser o consumismo e a violência, a formação de esquemas sociais muitas vezes prejudiciais. Os dispositivos podem espalhar estereótipos sexuais, criar falsos ídolos através de anti-valores, assim como distorcer o mundo afetivo através da ficção. É fundamental, portanto, treinar-nos, ser crítico e melhorar o ensino que proíbe e, por sua vez, educa.

Inscreva-se
na nossa newsletter

SUBSCREVA

Siga-nos
nos nossos canais

 - 

Inscreva-se
na nossa newsletter