10 fevereiro 2021
10 fev 2021

Erik Varden, o jovem e feliz bispo Norueguês

Erik Varden, o jovem e feliz bispo Norueguês
O jovem Dom Erik Varden visita a Casa Geral para estreitar o vínculo com a Congregação.
por  Damião Pereira da Silva, scj
email email whatsapp whatsapp facebook twitter versão para impressão

“Apenas os que dialogam podem construir pontes e vínculos”. Com essa bela frase do Papa Francisco, iniciamos a nossa conversa, sobre Erik Varden, o jovem abade cisterciense que vivia no mosteiro do Monte Saint Bernnard na Inglaterra. Erik Varden transborda felicidade e paz na vida monástica, até que chega uma grata surpresa, sua nomeação como bispo, o que lhe trouxe reflexão, questionamentos e entrega à vontade de Deus e obediência à Igreja.

Seu caminho de formação inicial aconteceu em Degernes no interior norueguês, passando pelo colégio internacional em Gales. Após esse percurso, continuou os estudos na Universidade em Cambridge e em Paris. Estudou no Pontifício Instituto Oriental em Roma, viveu no Pontifício Instituto Santo Anselmo onde também ensinou.

A ponte existe em todos os lugares do mundo, para unir, favorecer passagens e diminuir distâncias. O padre utiliza pontes, o bispo utiliza pontes e pode ser “ponte” em diversas situações do cotidiano, presbiteral, social e para o mundo. Foi com essa bela imagem, de ponte, que vimos a presença do Bispo de Trondheim na Noruega. Uma busca em construir pontes para colaboração no seu ministério episcopal.

Dom Erik Varden, uma presença alegre e jovem, que entusiasma e provoca a quem lhe escuta a viver, uma união com Deus numa solidão acompanhada. A presença do bispo jovem enriqueceu toda a comunidade da Casa Geral em Roma. Com esse desejo de ser ponte e construir vínculos, Dom Erik Varden expressou ao Superior Geral P. Carlos Luis e seu conselho o desejo de colaboração dos religiosos em sua diocese.

Ele descreveu as alegrias e os desafios de uma diocese, que após 11 anos volta a ter um bispo. Uma diocese marcada pela presença de irmãos protestantes, e que tem apenas 20 mil católicos. Seu rosto de jovem bispo, seu coração ardoroso para anunciar o evangelho, e na perspectiva da cultura do encontro com a sociedade, com os religiosos, religiosas, leigos e bispos. Ele veio estreitar esse canal de comunicação com os Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus e com a Igreja em Roma. Disse-nos Dom Erik Varden que tem um grande campo de missão e pastoral na universidade e em toda a diocese. Em síntese, o bispo norueguês expressa uma íntima união, entre palavra e gesto, discurso e testemunho, com uma comunicação clara e objetiva na sua vida episcopal na Noruega.

Inscreva-se
na nossa newsletter

SUBSCREVA

Siga-nos
nos nossos canais

 - 

Inscreva-se
na nossa newsletter