12 março 2021
12 mar 2021

#scjnews | 4: Visita do Superior Geral aos Camarões

#scjnews | 4: Visita do Superior Geral aos Camarões
De 9 de março a 13 de abril, o Padre Carlos Luis Suarez visitará os SCJs nos Camarões. Esta é a primeira viagem em uma época de pandemia. Como essa visita ocorrerá em tempos de pandemia? Que medidas estão sendo tomadas? Quais são os objetivos? Entrevistamos o Pe. Jean Marie Signié, Superior Provincial.
por  Boris Igor Signe, scj
email email whatsapp whatsapp facebook twitter versão para impressão

O Superior Geral estará fazendo sua primeira grande viagem desde este período de crise sanitária. Que situação ele vai encontrar nos Camarões?

Estamos há um ano esperando por esta viagem. Já no ano passado, a viagem do Superior Geral havia sido cancelada por causa da pandemia. Este ano ele chega novamente em um momento em que há um ressurgimento da pandemia, tanto no mundo quanto nos Camarões. Ele encontrará, portanto, uma província e um país em alerta, onde as medidas de barreira contra a pandemia estão sendo reforçadas mais uma vez. O governo camaronês tinha até mesmo acabado de mencionar algumas medidas, mas que não levarão ao fechamento de fronteiras.

Quais são os momentos mais importantes do programa de visitas do Superior Geral?

Tudo será importante. Mas podemos aludir, por exemplo, a visita às comunidades. Planejamos que ele visite cada uma de nossas comunidades por pelo menos uma hora. Será muito importante para ele conhecer os confrades, cada um em sua própria comunidade. O outro momento importante será a visita à missão no Chade. Mas também à nova missão que reabrimos há três anos no extremo norte dos Camarões, perto do Chade. Haverá também a assembleia provincial que será realizada após a Páscoa. Esperamos encontrar uma maneira de realizar esta assembleia com um número representativo da província, uma vez que o governo acabou de proibir a concentração de mais de 50 pessoas. Será um momento importante para o Superior Geral encontrar vários confrades de diferentes comunidades e também das comissões provinciais.

Em vista da atual crise sanitária, há alguma medida específica que tenha sido tomada?

É claro! Em todas as nossas comunidades, as medidas preventivas serão ainda mais reforçadas, para seguir as instruções de nossas comunidades: distância, quando estamos à mesa ou na capela. Também todas as pessoas que entrarem em nossas comunidades terão que usar suas máscaras de proteção, sem mencionar os recipientes para lavar as mãos nas entradas de nossas diferentes casas.

Deve-se lembrar que o Superior Geral passará um pouco mais de um mês nos Camarões. Quais são as expectativas da nossa Província?

As expectativas são grandes. Os confrades esperam que, ao chegar, o Superior Geral toque com o dedo as realidades desta província, que é uma província jovem. Sua estadia durará cerca de cinco semanas, de modo que ele terá tempo para tocar nossas realidades, para falar sinceramente com cada confrade. Ela também vem em um momento em que estamos em processo de consulta para uma nova administração provincial. Todos nós esperamos que esta visita seja um momento para o Superior Geral escutar, olhar, para que a nova administração que será nomeada, possa fazê-lo com pleno conhecimento dos fatos, a fim de que ele mesmo veja o que precisa ser feito, e, depois, leve as alegrias e as esperanças desta jovem província para o resto da congregação.

No dia 13 de fevereiro passado foi o lançamento da celebração do 25º aniversário da Província dos Camarões. O que você pode dizer ao Superior Geral e ao resto da congregação sobre isso?

Obrigado por se lembrar deste evento que é importante para nós. De fato, faz 25 anos que os Camarões se tornaram uma província. De fato, durante os jubileus, organizamos grandes celebrações. Mas, em vez disso, escolhemos fazer uma avaliação do caminho percorrido durante estes 25 anos: o que os Camarões trouxeram à congregação em sua missão, a partir do projeto apostólico, e o que ainda podemos fazer para levar, alto e longe, o carisma e a espiritualidade da Congregação. Compartilharemos os primeiros frutos desta avaliação com o Superior Geral durante a assembleia provincial da qual falei anteriormente. E já posso convidar as outras Entidades da Congregação a orar por nós, a nos acompanhar durante todo este ano, para que o Senhor nos ilumine a refletir melhor, para ver como ainda podemos avançar para melhor participar da missão da congregação e da Igreja, aqui nos Camarões, como discípulos de Cristo através do Padre Dehon.

Uma palavra de boas-vindas?

Em nome de toda a Província dos Camarões, dou as boas-vindas ao padre Carlos Carlos Luis Suarez. Estamos esperando calorosamente por você em nosso belo país e em nossa bela Província.

Inscreva-se
na nossa newsletter

SUBSCREVA

Siga-nos
nos nossos canais

 - 

Inscreva-se
na nossa newsletter