A Virgem Maria,
Mãe e Medianeira da Graça8 de Maio, Memória

Com coração aberto » 8 maio 2022
email email whatsapp whatsapp facebook twitter versão para impressão

Nesta memória da Virgem Maria, Mãe e Medianeira da Graça, a esemplo de Padre Dehon, queremos viver com fé e piedade esta devoção. Como Dehon expressa no Directório Espiritual: «Com a sua vida de vítima, com os seus sacrifícios e as suas dores, Maria tornou-se reparadora e medianeiro entre Deus e os homens. No meio de sofrimentos indizíveis, adoptou como filhos todas as almas resgatadas pela morte de seu Filho; assim adquiriu um direito ao seu amor, ao seu reconhecimento, à sua fidelidade, ao seu apego. Ela quereria encher a todos do amor que abrasava o seu sagrado Coração. Quereria conduzir todos ao Coração de seu Filho, Rei, Amor, Esposo dos corações puros. A resistência, a ingratidão do povo escolhido entristece-a. Ela procura corações compassivos, corações que consolem Jesus com o seu amor e fidelidade.» (DSP 47).

Inscreva-se
na nossa newsletter

SUBSCREVA

Siga-nos
nos nossos canais

 - 

Inscreva-se
na nossa newsletter